Especial Filmes

ESPECIAL – JOHN HUGHES

E aí povo nerd,
Hoje está completando dez anos que perdemos John Hughes, roteirista, diretor, produtor de vários filmes clássicos dos anos 80, você pode não estar ligando o nome a pessoa, mas certamente você já assistiu, pelo menos um de seus filmes. Aqui no Brasil podemos chama-lo de Rei da Sessão da Tarde, Hughes foi responsável por Curtindo a Vida Adoidado, Clube os Cinco, Esqueceram de Mim e uma porrada de outros grandes filmes.

QUEM FOI JOHN HUGHES?
John Hughes Jr. nasceu em Lansing, Arizoa, no dia 18 de fevereiro de 1950, era o clássico nerd, tímido e quieto, um cara comum, uma característica que encontramos em vários de seus personagens. Deu início a sua carreira escrevendo piadas para humoristas locais. Mais tarde, nos anos 70, começou a escrever para a revista National Lampoon, além de trabalhar como diretor de criação em uma agência de publicidade. No início da década de 80, começou a escrever seus primeiros roteiros, as vezes usando o pseudônimo de Edmond Dantès, uma homenagem ao personagem principal de O Conde de Monte Cristo. Em toda carreira, Hughes escreveu 46 filmes, destes produziu 23 e dirigiu apenas 8. Seu primeiro filme foi Gatinhas e Gatões, onde ele escreveu o roteiro e dirigiu. Seu maior sucesso comercial veio em 1990 com Esqueceram de Mim, que apresentou ao mundo Macaulay Culkin. Já seu último trabalho foi Drillbit Taylor de 2008, que Hughes escreveu o roteiro.

O REI DAS COMEDIAS ADOLESCENTES
Os filmes de John Hughes tinham uma particularidade, pois sempre representavam pessoas comuns, com problemas comuns, pois ele tinha uma habilidade para retratar o dia-a-dia dos jovens dos anos 80, que criava uma cumplicidade entre o público e seus personagens, que geralmente eram espelhos de sua vivência e facilmente encontrados em escolas, não só nos Estados Unidos, reconhecemos alguns esteriótipos em qualquer lugar, obviamente adaptados ao local de onde vivemos. Hughes tinha uma filosofia, que ele representava em uma frase:

“Eu gosto do que é simples, das coisas mais ordinárias. O extraordinário não me interessa. Não me importo com psicopatas. Me interesso por aquela pessoa que acha que não tem uma história. Eu gosto do homem comum”

E por mais que tenha ficado marcado como o Rei das Comédias Adolescentes, Hughes era capaz de criar personagens profundos, mostrando que tinham muito mais a dar, não apenas aquela casca, que vemos no primeiro momento, alguns exemplos são os cinco personagens de Clube dos Cinco e o Cameron de Curtindo a Vida Adoidado, que são personagens que crescem muito dentro do filme, mostrando quem são de verdade e que existe um porque deles viviam daquela maneira. Hughes não tinha a pretensão de reinventar o cinema ou criar novas tendências, mas seus filmes possuíam um charme único, ele usava uma metalinguagem, seus trabalhos tem uma atmosfera que traz nostalgia e uma certa dose de malícia. E tudo isso com trilhas sonoras extremamente marcantes, basta você escutar pedacinhos das músicas e você já lembra de fimes de John Hughes.

JOHN HUGHES E EU
Sendo um cara que nasceu nos anos 80, peguei a melhor época da Sessão da Tarde, assisti praticamente todos os filmes de John Hughes, comendo bolo Pullman com Nescau, pois praticamente toda semana tínhamos um de seus clássicos na TV, gosto de praticamente todos os filmes. E tenho mais uma coisa a mais com John Hughes, o primeiro filme que assisti no cinema foi escrito por ele, Ninguém Segura Este Bebê, não está entre meus filmes favoritos, mas tenho um certo carinho por ele. Mas obviamente tenho meus filmes do coração, alguns deles falei no Especial 30 Anos, segue um resuminho deles:

Curtindo a Vida Adoidado
No último semestre do curso do colégio, Ferris Bueller(Matthew Broderick) resolve matar aula e planeja um grande dia para aproveitar a cidade, ao lado da sua namorada Sloane Peterson(Mia Sara) e seu melhor amigo Cameron Frye(Alan Ruck). Mas para os planos de Ferris sair como planejado, ele precisa enganar e fugir do diretor malvado da escola, o senhor Edward Rooney(Jeffrey Jones) e de sua irmã Jeanie(Jennifer Grey). Acho que esse foi o filme de Hughes que mais assisti na vida, além de passar pelo menos umas quatro vezes por ano na TV, eu tinha gravado em VHS e mais recentemente tenho o DVD. Um destaque é que foi nesse filme que tivemos a primeira aparição de Charlie Sheen no cinema.

Férias Frustradas
Clark Griswold(Chevy Chase) resolve atravessar os Estados Unidos(de carro?) para visitar o parque de diversão Walley World, ao lado de sua família a esposa Ellen(Beverly D’Angelo) e os filhos Audrey(Dana Barron) e Rusty(Anthony Michael Hall) e claro que essa viagem não ia dar muito certo. Amo tanto Férias Frustadas, o dou risada até hoje, o Clark é incrivelmente idiota e sempre acha que é fodão, mas na verdade é simples e as vezes até ingênuo. E como não lembrar da loira da Ferrari? hahahaha. Também gosto dos outos filmes da “Saga Griswold”, o da Europa é muito bom e o de Natal perfeito, o que se passa em Las Vegas é legalzinho, mas esse não teve John Hughes involvido, acho que por isso não tem qualidade.

Clube dos Cinco
Cinco adolescentes pegam detenção e são confinados no colégio, num sábado, com a tarefa de escrever uma redação de mil palavras sobre o que pensam de si mesmos. Apesar de serem pessoas completamente diferentes. A experiência fez com que eles passassem a se aceitar e uns aos outros. Apesar de ser classificado como uma comédia, Clube dos Cinco é bem mais profundo e interessante. Tem todos os esteriótipos que encontramos em escolas e apesar de serem diferentes, aparentar superiores, todos possuem uma certa fragilidade, o que mostra que todos somos iguais. Não está no topo da minha lista, por eu ter dado mais atenção para ele muito tempo depois, mas entendo toda a importância dele e sei que ele era o preferido de Hughes.

Esqueceram de Mim
A família McCallister de Chicago planejava passar o Natal em Paris, mas confusões durante a preparação para sair para a viagem, um dos filhos, Kevin(Macaulay Culkin), acaba sendo esquecido em casa e o garoto de apenas oito anos de idade é obrigado a se virar sozinho e defender a casa de dois insistentes ladrões. Eu quando criança, sempre gostava de filmes com crianças e Esqueceram de Mim é simplesmente perfeito, tem muito humor, cenas fantásticas, frases icônicas, filme obrigatório em todo Natal aqui em casa.

Mulher Nota 1000
Os dois nerds Gary Wallace(Anthony Michael Hall) e Wyatt Donnelly(Ilan Mitchell-Smith) não são nada populares com as garotas. Então eles resolvem criar no computador a mulher ideal e uma tempestade acaba dando vida a Lisa(Kelly LeBrock), que além de extremamente sexy e linda, é determinada e poderosa e obviamente desejada por todos, mas ainda sim, ela era fiel aos seus criadores. Entretanto problemas começam a ocorrer quando o implicante Chet(Bill Paxton), o irmão mais velho de Wyatt, sente algo estranho na mulher. Vamos lá, quem nunca foi moleque e desejou uma mulher maravilhosa? Esse filme é um dos meus favoritos da época da Sessão da Tarde.

HUEGHS, A RUIVA E O NERD
Todos os diretores possuem aqueles atores favoritos, que sempre são escalados para seus filmes, John Hughes não era diferente deles e tinha uma dupla que era praticamente certa em seus filmes, algumas vezes os dois estavam no mesmo filme, são eles, a musa de Hughes, a ruivinha Molly Ringwald e o nerd com cara de maluco Anthony Michael Hall, esse por muitas vezes, era como se fosse a representação de Huhges nos tempos da escola.

Mesmo com todo o sucesso de seus filmes, John Hughes sofreu um forte golpe, em março de 1994, seu grande amigo, o ator John Candy, tem um ataque cardíaco e acaba falecendo, fato que abalou muito Hughes, que fez com que ele se afastasse da mídia.

Em 2009, um ataque cardíaco, tirou John Hughes de nós, aos 59 anos. Ele se foi, mas deixou um legado, uma série de filmes, com histórias e personagens, que mesmo sendo pessoas comuns, são fantásticos e que marcaram a vida de muitas pessoas. Na premiação do Oscar de 2010, Molly Ringwald e Matthew Broderick subiram ao palco para homenagear John Hughes, também subiram ao palco Anthony Michael Hall, Judd Nelson e Ally Sheedy de O Clube dos Cinco, Jon Cryer de A Garota de Rosa Shocking e o eterno Kevin McCallister, Macaulay Culkin, confira o vídeo:

Não poderia deixar de homenagear esse ícone do cinema, John Hughes marcou a adolescência de muita gente, seus filmes são maravilhosos e transformam o simples, no espetacular. Hughes era um nerd, assim como a gente e apesar de ter nos deixado há dez anos, sua obra ainda está aí e é atemporal, acho que todo mundo deveria(se não viu, o que acho impossível) assistir todos os seus filmes.

Rodrigo Canuto
Nerd old school, fã de Star Wars "Do or do not. There is no try!"

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *