ESPECIAL 30 ANOS – BATMAN

ESPECIAL 30 ANOS – BATMAN

E aí povo nerd,
Estamos voltando com o nosso querido Especial 30 Anos, que pra quem não pegou a referência, é onde comemoramos três décadas do lançamento de um filme. E hoje é dia de uma clássico monstro, um dos filmes que abriram as portas para essa onde de filmes de super-heróis que temos hoje em dia. Sim, vou falar do Batman do Tim Burton, que chegou aos cinemas americanos no dia 23 de junho de 1989, trazendo no seu elenco Michael Keaton no papel principal, Jack Nicholson como o icônico Coringa e Kim Basinger dando vida a bela Vicki Vail.

CONTEXTO DA ÉPOCA
No final dos anos 80 o Batman estava com tudo nos quadrinhos, dois clássicos absolutos haviam sido lançados, O Cavaleiro das Trevas de Frank Miller e A Piada Mortal de Alan Moore, que trouxeram um lado mais adulto e obscuro do Homem-Morcego. Mas em outras mídias, o Batman não estava com o mesmo prestígio, tínhamos ele no desenho dos Super Amigos e na área dos live-action a única referência ao Batman era a série dos anos 60, que era impossível de ser levada a sério. Então surgiu Tim Burton, trazendo uma proposta totalmente diferente, com um Batman reformulado, nada de cores chamativas, ele usava apenas um traje todo preto, com o seu símbolo também remodelado e bem atrativo.

A BATMANIA
Todas essas mudanças, somadas a uma campanha de marketing devastadora, fez não só os nerds fãs do Batman dos quadrinhos, mas também todo mundo ir ao cinema para ver o novo Homem-Morcego e foi formada a Batmania, desde o final de 1988, para onde olhava você via o Batman, brinquedos, materiais escolares, roupas, enfim, o produto que você quisesse, tinha com a marca do Batman. Várias marcas usaram a imagem do morcegão para vender seu produtos. Tivemos vários programas especiais falando do filme, mostrando detalhes da produção, bastidores e a nova cara do Batman.

O FILME
Batman, traz a origem do personagem, desde o assassinato doss pais do pequeno Bruce Wayne, até ele vendo o crescimento do crime em Gotham e o surgimento do que ia se tornar seu maior inimigo, o Coringa. Tim Burton, na minha opinião, entendeu bem a real essência do Batman, pois seu estilo sombrio se encaixou perfeitamente no personagem. A Gotham representada por Burton é perfeita.

Mesmo com todo esse hype, nem tudo eram flores na produção, muita gente duvidava que um filme mais sério do Batman daria certo com Michael Keaton como Bruce Wayne, já que além de não ter um porte físico de um super-herói, Keaton era mais conhecido pelos seus papéis em comédias. Mas que no resultado foi bem satisfatório e foi um dos pontos positivos do filme, só não foi a melhor coisa do longa porque como Coringa tínhamos Jack Nicholson, fazendo na minha opinião a melhor adaptação do Palhaço do Crime no cinema.

O BATMOVEL
O Batmovel é sempre um destaque nas obras do Batman e o desse filme, é de longe o meu preferido, é uma banheira monstra de sete metros de comprimento e teve como base o Chevy Impala da Nascar, é ignorante e lindo, com um design fodástico, foi criado por Anton Furst, designer de produção do filme. Adoro a cena onde o Batman usa um gancho num poste para fazer uma curva.

FICHA TÉCNICA
Título Original: Batman
Direção: Tim Burton
Roteiro: Sam Hamm e Warren Skaaren
Elenco: Michael Keaton, Jack Nicholson, Kim Basinger, Jack Palance, Billy Dee Williams
Lançamento: 23 de junho de 1989

CURIOSIDADES

  • Adam West, que viveu o Homem-Morcego na série de TV dos anos 60 queria retornar ao papel, mas Michael Keaton foi contratado após ser escolhido por Tim Burton e até por Bob Kane, criador do personagem.
  • A atriz Sean Young ia interpretar Vicki Vale, mas durantes as filmagens ela fraturou a clavícula, fazendo com que ela fosse substituída por Kim Basinger e a cena que causou o acidente foi excluída do roteiro.
  • Nomes como Robin Williams, Willem Dafoe, David Bowie, John Lithgow, Tim Curry e James Woods estavam cotados para viver o Coringa.
  • Michael Jackson foi convidado para compor a trilha sonora, mas problemas de agenda tiraram essa oportunidade do Rei do Pop.
  • O filme custou cerca de US$ 35 milhões e foi um sucesso, pois arrecadou mais de US$ 400 milhões de bilheteria mundial.
  • Boa parte desse faturamento do filme, foi para o bolso de Jack Nicholson, pois uma cláusula lhe dava uma porcentagem do faturamento total do filme, e ele embolsou US$ 60 milhões e esse foi o maior cachê que um ator recebeu por um único filme.

Pra mim, o filme é bom até hoje, não faço ideia a quantidade de vezes que assisti o filme, a única certeza que tenho é que assisti duas vezes na escola, haha. Mas com certeza esse filme me ajudou a gostar mais do Batman e trouxe de volta os super-heróis com relevância. Fica aqui a minha homenagem a esse filme tão bom.

Rodrigo Canuto

Nerd old school, fã de Star Wars "Do or do not. There is no try!"

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *