CRÍTICA – GODZILLA: REI DOS MONSTROS

CRÍTICA – GODZILLA: REI DOS MONSTROS

E aí povo nerd,
Colocando as críticas em dia, hoje vou falar de Godzilla: Rei dos Monstros, que chegou aos cinemas no dia 30 de maio, trazendo o monstro mais conhecido do mundo, o Gojira, enfrentando outros monstros clássicos. O filme foi dirigido por Michael Dougherty e traz em seu elenco a talentosíssima Millie Bobby Brown, além de Vera Farmiga e Kyle Chandler.

SINOPSE
O filme se passa cinco anos após os acontecimentos do primeiro Godzilla, só que agora, a agência Monarch precisam lidar com a súbita aparição de vários monstros, incluindo os clássicos Mothra, Rodan e Ghidorah. Enquanto buscam uma aliança com o próprio Godzilla a fim de garantir o equilíbrio do planeta Terra.

Vamos lá, primeiro se você vai assistir um filme do Godzilla procurando algo profundo e “mais cabeça”, desculpe, mas você está assistindo ao filme errado, esse é um daqueles casos de filme entretenimento, com o intuito de divertir mesmo. O “núcleo humano” até tem seu drama, mas o importante aqui é ver monstros gigantes caindo na porrada.

Quem conhece e gosta da mitologia dentro do universo do Godzilla, sabe o quanto é legal ver os monstros clássicos sendo apresentados assim. Ver o Godzilla enfrentando o Ghidorah, a Mothra se apresentando toda imponente, ficou bem legal, um pouco escuro, mas ficou bom. Os efeitos especiais estão bem honestos, ficaram legais, mas nada extraordinário. O roteiro até não é surpreendente também, tem um pequeno plot twist, que deixa o filme interessante, no mais o filme cumpre o que prometeu nos trailers, mas poderia ter mostrado mais os monstros. Gostei do filme, da pra divertir.

Rodrigo Canuto

Nerd old school, fã de Star Wars "Do or do not. There is no try!"

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *